Publicidades e afins

Se há coisa que me faz muitas vezes deixar de ir a blogs é o facto de estarem cheios de publicidade. Até entendo que querem ganhar uns trocos, mas encher o blog de publicidades até faz doer a vista. Não consigo. Não tenho paciência para em 5 posts 4 serem publicidade a impingir coisas. Não faço publicidade nem tenho parcerias, pois o que escrevo é a minha opinião e o blog é meu, é pessoal, se eu fizesse isso ia deixar de ser pessoal, e isso não é para a minha pessoa. As pessoas até podem dizer que o produto X é o melhor do mundo, e falar de quinhentas razões para usar etc. Aquela coisa do melhor do mundo, como é? Não experimentaram todas as coisas para formarem essa opinião. É daquelas coisas que me faz ficar com um pé atrás. Quando compro um produto ou falo sobre ele, é porque o comprei, não porque a marca X ou Y me pagou para dizer bem dele. Eu adoro cosmética e maquilhagem, mas há uma linha entre o "querer ter" e o "poder ter". O que escrevo aqui sou eu, a minha personalidade, os meus gostos, coisas pessoais. Não dou a cara nem pretendo dar, porque lá está, é pessoal, e não ia gostar de ter a minha vida exposta na vida real. Não gosto de demasiada publicidade num blog, nem na tv que é coisa que vejo muito pouco, são opiniões pronto. 
Depende muito de pessoa para pessoa, não meto tudo o que se passa na minha vida aqui, nem no instagram, apenas partes. Não falo sobre a quantidade de coisas para estudar e fazer, nem de ir aqui ao ali, apenas do que tenho vontade. Tenho dias em que não há inspiração. Tenho dias bons e menos bons. Por exemplo em muitos trabalho tem que se impingir coisas aos clientes, e admito que é algo que detesto fazer. Já fiz. E não gosto quando me tentam impingir algo. Sou de opiniões fortes, quando é não é não. A vida não é fácil, as pessoas são cada vez mais falsas, e isso faz-me confusão. Tenho mau feitio é verdade. Sou meio tímida. Sou orgulhosa. Muito teimosa, quero fazer tudo sozinha. Às vezes quero ser a super mulher. E muitas vezes o corpo dá sinal que é preciso respirar e parar um pouco. Mas sou transparente, verdadeira. Quando não gosto de algo isso nota-se na minha expressão. Quando adoro algo (como a prenda de natal que o meu amor me ofereceu) até dou pulinhos de alegria. Sou muito expressiva. Acho que quem me lê percebe o tipo de pessoa que sou. E não é por ter muitos ou poucos seguidores que escrevo. Tantas e tantas vezes que escrevo para mim. Desabafar o que sinto. É por isso que o meu blog é pessoal, e não vai deixar de ser, nem quero isso. Beijinhos que isto está a ficar grande. :D

Share:

1 comentários

  1. e assim deve continuar. muitas pessoas mudaram o modo de escrever e publicar depois de começarem a ter parcerias, perdendo a essencia daquilo que as fez ter seguidores.
    um blogue pessoal acaba por ser um diario; quantas não são as vezes que relemos algo que já nem nos lembrávamos?

    beijinhos

    ResponderEliminar