Sobre as pessoas

Há dias li uma frase com que não podia concordar mais:
"Quando és boa pessoa, há sempre algumas que pensam o contrário, são as que tentaram passar-te por cima e não conseguiram". 
E tenho vindo a passar por isso mais que uma vez. Principalmente quando ficam frustradas por não conseguirem isso.
Dou um exemplo que me tem vindo a custar um pouco. Ora estando eu a estudar, para mim é normal não sair, não me embebedar, nem me drogar. Drogas então, não mesmo. São escolhas. Exactamente isso. Escolhas. 
Depois tenho aquela pessoa a criticar-me, pois não conseguiu acabar os estudos, andou a desperdiçar a vida nos copos com os amigos, não quis esforçar-se para conseguir mais. E depois diz que sou anti-social, chama-me enjoada por estar doente (sim, constipada com o nariz entupido e sem dormir, é isto), porque "supostamente" há tempo para tudo, que o que me faz falta é beber uns copos, etc etc. Ora vamos lá a usar o cérebro logicamente. 
Se eu ando a estudar de dia, todos os dias duas horas transportes, chego a casa já depois das 20h, e ainda organizar coisas para outro dia e fazer jantar, com esta rotina, o meu tempo de estudo é ao fim de semana, e pouco mais. Ora, para mim, chego ali às 23h e começo a ficar com sono. Ultimamente tem sido só cafés e noites sem dormir para conseguir fazer as disciplinas todas. Esforço-me ao máximo para isso, chego ao fim dum semestre e fico doente, porque ando a puxar muito por mim e não tenho dormido nada, tudo para conseguir atingir o meu objectivo. Chega ao fim de semana, mais estudo e trabalho, mais ir ao supermercado, tarefas de casa, mesmo sendo dois a fazer, uma pessoa anda cansada. E para mim não faz sentido nenhum estar a prejudicar-me nos estudos, ou viajar para algum lado ao fim de semana, não tenho tempo para isso agora. Se isto é ser anti-social, então sou. Quero lá saber de copos e festas, quando acabar o semestre/universidade posso pensar nisso. Não é a fazer viagens para aqui e para ali, a perder tempo, e enfiar-me num café a beber copos que vai ajudar-me em nada. Pelo contrário., Não é isso que me vai ajudar no futuro. E estas cenas magoam, vindo de familiares próximos, e não posso fazer nada quanto a isso, já é assim há muito tempo. Tem de haver sempre qualquer coisa para me tentar mandar abaixo. E estou farta disso. Lá porque ele se meteu nos copos e não acabou a universidade, sente-se frustrado com a vida que tem, o que é que eu tenho a ver com isso? Foram escolhas dele. Realmente ter uma mãe para fazer tudo é muito fácil, não tem trabalho nenhum. Já ter "tomates" para crescer e ser independente nisso, é outra conversa. Enfim. 
Há coisas que não consigo entender. 
Sim, esforço-me para atingir os meus objectivos. Se não for eu, ninguém os fará por mim. Não sou pessoa de usar outras vias para atingir o que quero. Nunca fui. Prefiro ter trabalho e saber fazer as coisas, aprender, do que usar meios mais fáceis para isso. Infelizmente a maior parte das pessoas não pensa assim. Não querem ter trabalho, e depois nem sabem usar o cérebro.
Tenho vindo a aprender muito desde que voltei a estudar, já muitos me tentaram derrubar ou passar por cima, e ficam lixados porque não conseguem. Eu até posso ter cara de ingénua, mas não o sou. Se me tratarem bem, eu também o faço. Agora se me tentam lixar... Eu não sou vingativa, não costumo fazer nada para prejudicar essas pessoas. Simplesmente continuo a fazer o que faço, a esforçar-me, e a ignorar comentários maldosos. Só quem me conhece verdadeiramente sabe como sou.
Por alguma razão cortei pessoas da minha vida porque não eram honestas comigo, pela frente sorrisos e por trás falar mal. E eu não estou para aturar pessoas tóxicas, nem dramáticas. Santa paciência para essas, são do pior. Ao afastar-me de pessoas assim, estou muito melhor. Estar ao pé de quem me quer bem, quem me quer ver feliz e fica contente com as minhas conquistas. Quem entende os sacrifícios que faço para ter um futuro melhor. Não quem fica sentado nas bancadas a falar mal sem fazer um esforço para conseguir melhor. Esses há aos pontapés. Criticam quando tens algo melhor que eles, mas não foram eles que se esforçaram, não sabem as lutas que tu travas, não sabem o quanto és exigente e às vezes não sabes lidar com as tuas falhas, não sabem o que é estar na tua pele. Isso, só quem passou pelo mesmo sabe. É muito fácil julgar os outros sem conhecer a sua história. Infelizmente é assim. Agora, passar por cima de gente tóxica e comentários mesquinhos, e continuar a lutar, que sou das que têm conteúdo, uso o meu cérebro, não das que usam outros meios para atingir os objectivos. Coisas dessas para mim não têm valor nenhum. Esforço e trabalho sim. 

Share:

0 comentários