Um mês já passou...

Desde que vim para cá. Não tem sido fácil. Mas digo que as primeiras duas semanas custaram muito. E que só fui uma vez à terra, ver o meu lindo, os gatinhos e a família. Que nem chegou a ser 24h, foi chegar lá às 9h da noite depois de um dia todo a trabalhar, e vir no outro dia ao fim da tarde. Desde que estou cá que só tive um domingo de folga, esse em que fui lá, tenho trabalhado sempre. E em casa a montar coisinhas, o meu espaço de make up está quase pronto, só falta pendurar o espelho. É a coisa que mais gosto. Do meu espacinho para me arranjar. As férias estão quase, mas só vou descansar mesmo na lua de mel. Até ao dia do casório tenho todos os dias sempre coisas marcadas, coisas para fazer, dentista, maquilhadora, cabeleireira testar as coisas, ir buscar o vestido de princesa, a despedida de solteira, as coisas na esteticista, dentista, essas coisas todas. Já comecei a fazer lista do que preciso de levar para a lua de mel. Tudo separadinho, frascos pequenos, depois é preparar a roupa. Não gosto de deixar tudo para a última. Mesmo assim, faltam vir as lembranças e decorá-las. Já tenho as alianças lindas, são tradicionais, mas a minha tem um diamante pequenino, tão fofi. Também já organizei as mesas, falta a quinta decidir-se a enviar-me um e-mail com o plano das mesas, disseram que tínhamos tempo mas eu não gosto de andar ali a fazer as coisas toda stressada. Deixar tudo para depois não é comigo. Tanto que a mesinha para as minhas coisas de maquilhagem foi comprada no ikea a uma segunda, e quarta já estava pronta. E estive a trabalhar. Sabem aquela palavra "procrastinação"? Não é comigo. Gosto de ter as coisas organizadas, de maneira a poder descansar quando folgo. Às vezes acho que não sei relaxar. Preciso de manter a mente ocupada. Não voltei a pegar no livro que andava a ler antes, na sexta quando fui dormir e não tinha sono, peguei nele e foram 200 páginas a ler. Isto é, acabei de o ler. Sou assim com os livros e com as coisas. Gosto de acabar as coisas, estar ocupada. Sou difícil de perceber. Não sei. Tenho dias. Mas tudo é preciso. Para aprender e crescer é preciso passar por muita coisa. Lidar com muitas pessoas. Coragem. Tenho dias em que estou tão farta de pessoas que não me dou a conhecer, tenho de ver se mudo isso, que aqui não conheço quase ninguém, e isso tem de mudar. Demasiados desabafos? É preciso. Dá-me para escrever e partilhar. Como me dá para não saber o que dizer e meter imagens fofas e de decoração. Coisas. 

Share:

2 comentários

  1. Então mas isso é normal.. se andas a tratar de tudo, há coisas que ficam para trás. Mas deixa lá, depois aposto que terás algum tempo.
    Quanto a conhecer as pessoas, acho muito bem !

    ResponderEliminar
  2. E eu gostei de ler todas estas coisas. :) Vai tudo correr bem.

    ResponderEliminar